Publicada em 16/04/2018 às 09:28

Vídeo: Avião militar cai na Argélia e deixa 257 mortos

Aeronave tinha acabado de decolar da base aérea de Boufarik e levava na maioria militares e seus familiares.

O acidente, que ocorreu perto da base aérea de Boufarik, entra para a lista dos mais graves já registrados na história. As causas ainda estão sendo investigadas.

A aeronave modelo Ilyushin IL-76, de fabricação russa, tinha acabado de decolar da base, a cerca de 30 km da capital Argel, com destino ao sudoeste do país.

Todos as 257 pessoas a bordo morreram, segundo o ministério da Defesa (Foto: ALG24 via AP)

Todos as 257 pessoas a bordo morreram, segundo o ministério da Defesa (Foto: ALG24 via AP)

De acordo com o ministério, morreram todos os 10 tripulantes e 247 passageiros, na maioria membros do Exército Nacional Popular e seus familiares.

 

Queda de avião militar deixa 257 mortos na Argélia


Caixa-preta de avião que caiu com noiva e amigas no Irã é ... 

 

Um fotógrafo da AFP no local viu a fuselagem da aeronave carbonizada e enegrecida em uma área desabitada, um campo localizado a cem metros dos muros da base aérea. As chamas que destruíram quase todo o avião foram extintas.

 

Avião caiu perto de base aérea próxima à capital Argel (Foto: ENNAHAR TV/Handout/ via REUTERS)

Avião caiu perto de base aérea próxima à capital Argel (Foto: ENNAHAR TV/Handout/ via REUTERS)

O modelo IL-76 é produzido pelos russos desde a década de 1970 e é destinado prinipalmente para transporte de cargas e militares.

O site oficial da fabricante diz que o modelo foi desenhado para capacidade máxima de 225 passageiros e 7 tripulantes na configuração de dois andares.

 

Mapa do local da queda do avião militar na Argélia (Foto: Juliane Souza/G1)

Mapa do local da queda do avião militar na Argélia (Foto: Juliane Souza/G1)

Nos trabalhos de resgate participam mais de 300 pessoas, entre efetivos da Defesa Civil, médicos, policiais e membros do exército argelino, que sofreu uma tragédia similar em 2014.

Naquele mesmo ano, 77 pessoas morreram na queda de um Hércules C-130 na região montanhosa de Oum el Bouaghi, que fica 500 quilômetros a leste de Argel.

Corpos são vistos após queda de avião militar perto de Argel, na Argélia. Mais de 200 pessoas morreram no acidente (Foto: Ennahar TV/Divulgação/via Reuters)

Corpos são vistos após queda de avião militar perto de Argel, na Argélia. Mais de 200 pessoas morreram no acidente (Foto: Ennahar TV/Divulgação/via Reuters)

 

O voo tinha como destino final Tindouf, a 1.800 km da capital, mas faria uma escala em Bechar, que abriga uma importante base militar, perto da fronteira fechada com o Marrocos.

Mais para o sul, perto das fronteiras de Marrocos e Saara Ocidental, Tindouf abriga campos de refugiados sarauís, bem como a sede do governo da República Árabe Saaraui Democrática (RASD), proclamada em 1976 pelos separatistas da Frente Polisario.

O Polisario, apoiado por Argel, reivindica a independência do Saara Ocidental, região que é disputada pelo Marrocos, que ocupa a maior parte desde 1975.

De acordo com a agência Efe, 30 cidadãos saarauís morreram no acidente. Segundo fontes, as vítimas seriam estudantes e civis que foram à capital para realizar trâmites médicos e burocráticos, e que costumam dispor de vagas de cortesia neste tipo de voos militares argelinos.

Avião caiu logo depois de decolar de uma base aérea próxima à capital Argel (Foto: Ramzi Boudina/Reuters)

Avião caiu logo depois de decolar de uma base aérea próxima à capital Argel (Foto: Ramzi Boudina/Reuters)

 

Assista a reportagem clicando Aqui!

https://g1.globo.com/mundo/noticia/aviao-militar-cai-na-argelia.ghtml

 

Autor:  G1
Fonte:  G1

Comente com o Facebook