Publicada em 20/04/2017 às 16:46

O FICO – Blairo resolve permanecer Ministro, após entregar cargo

Ainda segundo os jornalistas, Temer não aceitou o pedido e afirmou que confia na inocência de capacidade do político e produtor rural, Maggi.

Blairo se diz injustiçado e garante que provará sua inocência (Foto: Divulgação)Dizendo-se injustiçado com o envolvimento de seu nome na deleção de executivos da Odebrecht, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Blairo Maggi, teria procurado o presidente Michel Temer para entregar o seu cargo. É o que informaram nesta semana os colunistas Marcelo de Moraes e Andreza Matais, do jornal Estadão.


Ainda segundo os jornalistas, Temer não aceitou o pedido e afirmou que confia na inocência de capacidade do político e produtor rural, Maggi. Diante da posição do Presidente, Temer teria recuado de sua decisão.


Maggi havia postado em uma rede social que permaneceria como Ministro mesmo tendo seu nome citado em delações. Segundo ele, pela sua simples vontade deixaria o posto.


– Ficar significaria um enorme esforço íntimo. Não é fácil passar por uma acusação injusta.
Contudo, disse ele,  há um setor inteiro que confia no seu trabalho  à frente do Ministério e este setor não pode mais ser afetado neste momento. Ele também lembrou da operação Carne Fraca, da Polícia Federal, no qual o país terá que se reposicionar e correr para garantir mercado.


– O depoimento do delator é inconsistente e cheio de contradições em relação a mim. Estou levantando todas as informações e o farei com a maior transparência. Estou no time dos políticos que querem ver este assunto esclarecido o mais rápido possível – disse por meio de sua página no Facebook.
Ainda nesta rede, Maggi disse que levantará  as provas necessárias para provar que nunca recebeu dinheiro de ninguém dessa turma.


–  Tenho a consciência tranquila e não entrei na política para decepcionar quem votou em mim. Estou confiante e, agora, vou trabalhar ainda mais para mostrar que não tenho nada a ver com isso. Nunca autorizei qualquer pessoa a cobrar dinheiro de ninguém em meu nome. Tenho certeza que este dinheiro não chegou à minha campanha, pois ninguém nunca conversou comigo sobre esse assunto. Logo as coisas estarão resolvidas – pontuou.

Autor: cerradoeditora.com.br
Fonte: cerradoeditora.com.br

Comente com o Facebook